A professora  de Língua Portuguesa Ana Maria Alves de Oliveira e Paiva desenvolveu com os alunos dos terceiros anos um projeto com as obras literárias  de Monteiro Lobato. Após a leitura das obras foram realizados os trabalhos,  culminou na noite de autografo. Este livro encontra-se na biblioteca da escola a disposição dos leitores.

Obra realizada pelos alunos:

A CON-VIVÊNCIA COM MONTEIRO LOBATO 2009

150410 (2) 150410 (3) 150410 (4) 150410 (5) 150410 (6) 150410 (7) 150410 (8) 150410 (9) 150410 (10) 150410 (11) 150410

Saiba um pouco mais sobre Monteiro Lobato 

Monteiro Lobato foi um dos maiores escritores brasileiros do século, foi o precursor da literatura infantil no Brasil, e criador dos livros infantis “Coleção Sítio do Pica Pau Amarelo” composta por mais de 30 obras. Por esse motivo a data do nascimento de Monteiro Lobato foi escolhida para comemorar o Dia Nacional do Livro Infantil.

O escritor Monteiro Lobato ficou famoso por personagens como Dona Benta, Narizinho e Pedrinho, Tia Nastácia, a boneca irreverente Emília, o Visconde de Sabugosa, o porco Rabicó, o rinoceronte Quindim  e Cuca.

Origem do Dia de Monteiro Lobato

 * “escritor que revolucionou a indústria literária ao criar livros que aguçaram o imaginário das crianças, até então acostumadas a obras recheadas de preceitos éticos e morais. José Renato Monteiro Lobato nasceu em Taubaté, no interior de São Paulo, no dia 18 de abril de 1882.

 Na infância, Lobato já demonstrava o interesse pela literatura e escrevia para jornais da escola. Logo cedo, teve de saber lidar com a perda: quando tinha 15 anos, morreu seu pai, o fazendeiro José Bento Marcondes Lobato, e, um ano depois, a mãe, dona Olímpia Augusta Monteiro Lobato.

 Por influência do avô, concluiu o curso de Direito da Faculdade do Largo São Francisco, em São Paulo. Nessa época, dividiu-se entre suas principais paixões: escrever e desenhar. Com o diploma em mãos, mudou-se para Areias, onde foi nomeado promotor público. Trocou de lar novamente após a morte de seu avô, que deixou como herança uma fazenda em Buquira (hoje, Monteiro Lobato), local que seria o seu próximo destino. Acompanhado de sua esposa, Maria da Pureza de Castro Natividade, e inspirado pelo ambiente do campo, foi onde iniciou sua projeção como grande escritor.”

Monteiro Lobato veio a falecer em 4 de julho de 1948.

*  http://noticias.terra.com.br/educacao/dia-da-literatura-infantil-veja-obras-e-polemicas-de-monteiro lobato,7dae2a943a91e310VgnVCM3000009acceb0aRCRD.html